Translation

Release branchescandidate
(itstool) path: listitem/para
Release candidate
40/170
Context English Portuguese (Brazil) State
The FreeBSD project has a Release Engineering team with a principal release engineer that is responsible for creating releases of FreeBSD that can be brought out to the user community via the net or sold in retail outlets. Since FreeBSD is available on multiple platforms and releases for the different architectures are made available at the same time, the team has one person in charge of each architecture. Also, there are roles in the team responsible for coordinating quality assurance efforts, building a package set and for having an updated set of documents. When referring to the release engineer, a representative for the release engineering team is meant. O projeto FreeBSD possui uma equipe de Engenharia de Release com um engenheiro de release principal responsável por criar versões do FreeBSD que podem ser trazidas para a comunidade de usuários através da rede ou vendidas em lojas de varejo. Como o FreeBSD está disponível em várias plataformas e as releases para as diferentes arquiteturas são disponibilizadas ao mesmo tempo, a equipe tem uma pessoa responsável por cada arquitetura. Além disso, há cargos na equipe responsável por coordenar os esforços de garantia de qualidade, construir um conjunto de pacotes e ter um conjunto atualizado de documentos. Ao se referir ao engenheiro de release, um representante da equipe de engenharia de release é indicado.
When a release is coming, the FreeBSD project changes shape somewhat. A release schedule is made containing feature- and code-freezes, release of interim releases and the final release. A feature-freeze means no new features are allowed to be committed to the branch without the release engineers' explicit consent. Code-freeze means no changes to the code (like bugs-fixes) are allowed to be committed without the release engineers' explicit consent. This feature- and code-freeze is known as stabilising. During the release process, the release engineer has the full authority to revert to older versions of code and thus "back out" changes should they find that the changes are not suitable to be included in the release. Quando uma versão está chegando, o projeto do FreeBSD muda de forma um pouco. Um cronograma de lançamento é feito contendo congelamentos de recursos e códigos, liberação de versões intermediárias e a versão final. Um congelamento de recursos significa que nenhum novo recurso pode ser aplicado na branch sem o consentimento explícito dos engenheiros de release. O congelamento de código significa que nenhuma alteração no código (como bugs-fixes) pode ser aplicada sem o consentimento explícito dos engenheiros de release. Esse congelamento de recurso e código é conhecido como estabilização. Durante o processo de lançamento, o engenheiro de release tem a autoridade total para reverter para versões mais antigas de código e, assim, "desfazer" as alterações, caso ache que as alterações não são adequadas para serem incluídas na versão.
.0 releases are the first release of a major version. These are branched of the -CURRENT branch and have a significantly longer release engineering cycle due to the unstable nature of the -CURRENT branch Releases .0 são o primeiro lançamento de uma versão principal. Eles são branches da branch -CURRENT e têm um ciclo de engenharia de release significativamente maior devido à natureza instável da branch -CURRENT
.X releases are releases of the -STABLE branch. They are scheduled to come out every 4 months. As versões .X são releases da branch -STABLE. Elas estão programadas para sair a cada 4 meses.
.X.Y releases are security releases that follow the .X branch. These come out only when sufficient security fixes have been merged since the last release on that branch. New features are rarely included, and the security team is far more involved in these than in regular releases. As versões .X.Y são versões de segurança que seguem a branch .X. Eles saem somente quando correções de segurança suficientes foram feito aplicadas desde o último release nessa branch. Novos recursos raramente são incluídos e a equipe de segurança está muito mais envolvida nesses recursos do que em releases regulares.
There are three different kinds of releases: <_:orderedlist-1/> Existem três tipos diferentes de releases: <_:orderedlist-1/>
Many commercial vendors use these images to create CD-ROMs that are sold in retail outlets. Muitos fornecedores comerciais usam essas imagens para criar CD-ROMs que são vendidos em lojas de varejo.
For releases of the -STABLE-branch, the release process starts 45 days before the anticipated release date. During the first phase, the first 15 days, the developers merge what changes they have had in -CURRENT that they want to have in the release to the release branch. When this period is over, the code enters a 15 day code freeze in which only bug fixes, documentation updates, security-related fixes and minor device driver changes are allowed. These changes must be approved by the release engineer in advance. At the beginning of the last 15 day period a release candidate is created for widespread testing. Updates are less likely to be allowed during this period, except for important bug fixes and security updates. In this final period, all releases are considered release candidates. At the end of the release process, a release is created with the new version number, including binary distributions on web sites and the creation of CD-ROM images. However, the release is not considered "really released" until a <xref linkend="tool-pgp"/>-signed message stating exactly that, is sent to the mailing list freebsd-announce; anything labelled as a "release" before that may well be in-process and subject to change before the PGP-signed message is sent. <_:footnote-1/>. Para releases da branch -STABLE, o processo de release inicia 45 dias antes da data de lançamento prevista. Durante a primeira fase, os primeiros 15 dias, os desenvolvedores aplicam as alterações que tiveram no -CURRENT e que desejam ter na versão para a branch do release. Quando esse período terminar, o código entra em um congelamento de código de 15 dias, no qual apenas correções de bugs, atualizações de documentação, correções relacionadas à segurança e pequenas alterações de driver de dispositivo são permitidas. Essas alterações devem ser aprovadas pelo engenheiro de release com antecedência. No início do último período de 15 dias, um candidato a reçease é criado para testes generalizados. É menos provável que as atualizações sejam permitidas durante esse período, exceto por importantes correções de bugs e atualizações de segurança. Neste período final, todos os releases são considerados candidatos a release. No final do processo de release, uma release é criada com o novo número da versão, incluindo distribuições binárias em sites e a criação de imagens em CD-ROM. No entanto, a release não é considerado "realmente liberado" até que uma mensagem <xref linkend="tool-pgp"/>-assinada afirmando exatamente isso, seja enviada para a lista de discussão freebsd-announce; Qualquer coisa rotulada como "release" antes disso pode estar em processo e sujeita a alterações antes do envio da mensagem assinada pelo PGP. <_:footnote-1/>.
The releases of the -CURRENT-branch (that is, all releases that end with <quote>.0</quote>) are very similar, but with twice as long timeframe. It starts 8 weeks prior to the release with announcement of the release time line. Two weeks into the release process, the feature freeze is initiated and performance tweaks should be kept to a minimum. Four weeks prior to the release, an official beta version is made available. Two weeks prior to release, the code is officially branched into a new version. This version is given release candidate status, and as with the release engineering of -STABLE, the code freeze of the release candidate is hardened. However, development on the main development branch can continue. Other than these differences, the release engineering processes are alike. Os lançamentos da branch -CURRENT (ou seja, todas as releases que terminam com <quote>.0</quote>) são muito semelhantes, mas com o dobro do prazo. Começa 8 semanas antes do lançamento com o anúncio da linha do tempo da release. Duas semanas após o processo de release, o congelamento de recursos é iniciado e os ajustes de desempenho devem ser mantidos ao mínimo. Quatro semanas antes do lançamento, uma versão beta oficial é disponibilizada. Duas semanas antes do lançamento, o código é oficialmente transformado em uma nova versão. Esta versão recebe status de release candidate e, como na engenharia de release do -STABLE, o congelamento de código do release candidate é endurecido. No entanto, o desenvolvimento na branch principal de desenvolvimento pode continuar. Além dessas diferenças, os processos de engenharia de release são semelhantes.
.0 releases go into their own branch and are aimed mainly at early adopters. The branch then goes through a period of stabilisation, and it is not until the <xref linkend="role-releng"/> decides the demands to stability have been satisfied that the branch becomes -STABLE and -CURRENT targets the next major version. While this for the majority has been with .1 versions, this is not a demand. Releases .0 vão para o seu própria branch e são destinadas principalmente a adoções primárias. A branch passa por um período de estabilização, e não é até que o <xref linkend="role-releng"/> decida que as demandas de estabilidade foram satisfeitas e de que o branch se torna -STABLE e -CURRENT segmenta a próxima versão principal. Enquanto isso para a maioria tem sido com versões .1, isso não é uma demanda.
Most releases are made when a given date that has been deemed a long enough time since the previous release comes. A target is set for having major releases every 18 months and minor releases every 4 months. The user community has made it very clear that security and stability cannot be sacrificed by self-imposed deadlines and target release dates. For slips of time not to become too long with regards to security and stability issues, extra discipline is required when committing changes to -STABLE. A maioria das versões são feitas quando uma determinada data é considerada longa o suficiente desde o lançamento anterior. Uma data destino é definida para ter grandes releases a cada 18 meses e versões menores a cada 4 meses. A comunidade de usuários deixou bem claro que a segurança e a estabilidade não podem ser sacrificadas por prazos auto impostos e datas de lançamento desejadas. Por um lapso de tempo para não se tornar muito longo no que diz respeito a questões de segurança e estabilidade, é necessária uma disciplina extra ao aplicar alterações na -STABLE.
Make release schedule
Feature freeze
Code freeze
Make branch Lançamento de versões (Release branches)
Release candidate Lançamento de versões (Release branches)
Stabilize release (loop back to previous step as many times as necessary; when release is considered stable, proceed with next step)
Build packages
Warn mirrors
Publish release
Tools Ferramentas
The major support tools for supporting the development process are Bugzilla, Mailman, and OpenSSH. These are externally developed tools and are commonly used in the open source world. As principais ferramentas de suporte para suportar o processo de desenvolvimento são Bugzilla, Mailman e OpenSSH. Estas são ferramentas desenvolvidas externamente e são comumente usadas no mundo do código aberto.
Subversion (SVN) Subversion (SVN)
Subversion (<quote>SVN</quote>) is a system to handle multiple versions of text files and tracking who committed what changes and why. A project lives within a <quote>repository</quote> and different versions are considered different <quote>branches</quote>. Subversion (<quote>SVN</quote>) é um sistema para lidar com múltiplas versões de arquivos de texto e rastrear quem aplicou mudanças e por quê. Um projeto vive dentro de um <quote>repositório</quote> e diferentes versões são consideradas <quote>branches</quote> diferentes.
Bugzilla Bugzilla
Bugzilla is a maintenance database consisting of a set of tools to track bugs at a central site. It supports the bug tracking process for sending and handling bugs as well as querying and updating the database and editing bug reports. The project uses its web interface to send <quote>Problem Reports</quote> to the project's central Bugzilla server. The committers also have web and command-line clients. O Bugzilla é um banco de dados de manutenção que consiste em um conjunto de ferramentas para rastrear bugs em um site central. Ele suporta o processo de rastreamento de bugs para envio e tratamento de bugs, além de consultar e atualizar o banco de dados e editar relatórios de bugs. O projeto usa sua interface web para enviar <quote>Relatórios de Problemas</quote> para o servidor central do Bugzilla. Os committers também possuem clientes web e de linha de comando.
Mailman Mailman
Mailman is a program that automates the management of mailing lists. The FreeBSD Project uses it to run 16 general lists, 60 technical lists, 4 limited lists and 5 lists with SVN commit logs. It is also used for many mailing lists set up and used by other people and projects in the FreeBSD community. General lists are lists for the general public, technical lists are mainly for the development of specific areas of interest, and closed lists are for internal communication not intended for the general public. The majority of all the communication in the project goes through these 85 lists <citation><xref linkend="ref-bsd-handbook"/>, Appendix C</citation>. Mailman é um programa que automatiza o gerenciamento de listas de discussão. O Projeto FreeBSD o utiliza para executar 16 listas gerais, 60 listas técnicas, 4 listas limitadas e 5 listas com logs de commit do CVS. Também é usado para muitas listas de discussão configuradas e usadas por outras pessoas e projetos na comunidade FreeBSD. Listas gerais são listas para o público em geral, listas técnicas são principalmente para o desenvolvimento de áreas específicas de interesse, e listas fechadas são para comunicação interna não destinadas ao público em geral. A maior parte de toda a comunicação no projeto passa por essas 85 listas, <citation><xref linkend="ref-bsd-handbook"/>, Apêndice C</citation>.
Pretty Good Privacy Pretty Good Privacy
Pretty Good Privacy, better known as PGP, is a cryptosystem using a public key architecture to allow people to digitally sign and/or encrypt information in order to ensure secure communication between two parties. A signature is used when sending information out to many recipients, enabling them to verify that the information has not been tampered with before they received it. In the FreeBSD Project this is the primary means of ensuring that information has been written by the person who claims to have written it, and not altered in transit. Pretty Good Privacy, mais conhecida como PGP, é um sistema criptográfico que usa uma arquitetura de chave pública para permitir que as pessoas assinem e/ou criptografem digitalmente as informações, a fim de garantir a comunicação segura entre as duas partes. Uma assinatura é usada ao enviar informações a muitos destinatários, permitindo que eles verifiquem se as informações não foram adulteradas antes de recebê-las. No Projeto FreeBSD este é o principal meio de assegurar que a informação tenha sido escrita pela pessoa que afirma ter escrito, e não alterada em trânsito.
Secure Shell Secure Shell

Loading…

User avatar None

Source string changed

FreeBSD Doc / books_dev-modelPortuguese (Brazil)

Release branchescandidate
4 months ago
Browse all component changes

Glossary

English Portuguese (Brazil)
No related strings found in the glossary.

Source information

Source string comment
(itstool) path: listitem/para
Source string location
book.translate.xml:2327
String age
4 months ago
Source string age
4 months ago
Translation file
books/pt_BR/dev-model.po, string 324